Comando Filmes Agora é Comando 4k Filmes

1) O arquivo com o final “.torrent” é armazenado na rede com dados sobre o seu download: em quantos e em quais fragmentos o arquivo está dividido, o endereço para compartilhamento etc.

2) A localização dos pacotes que formam o arquivo a ser baixado e a disponibilidade deles são indicadas por um tracker: um servidor que intermedia a conexão entre os usuários do protocolo (peers).

3) Um arquivo é dividido em pacotes de cerca de 250 kb, que podem ser transferidos fora de ordem, de várias fontes. Como é feito de pouco em pouco, o download também pode ser pausado e recomeçado de onde parou.

4) O tracker indica as partes do arquivo com menos cópias na rede. O download começa por pacotes mais raros, pois, assim, eles são “duplicados”: quem baixa essas partes também se torna um uploader delas. É por isso que o download via torrent começa lento e depois acelera.

5) Usuários que mantêm os arquivos baixados disponíveis viram seeders (semeadores). No sistema, quem compartilha muito tem mais velocidade de download. Por outro lado, quem só compartilha enquanto baixa é chamado de leecher (sanguessuga) e tem menos prioridade na rede.

Comando Filmes Agora é Comando 4k Filmes